Brasil – “O julgamento de Lula é contra o povo brasileiro”, diz Adilson Araújo em ato no centro de São Paulo

Em São Paulo, mais de 50 mil  pessoas foram à praça da República, no centro da capital, em grande ato em defesa de Lula e da democracia após o julgamento que manteve a condenação do ex-presidente e aumentou a pena para 12 anos de prisão. 

Dirigentes sindicais da CTB alertam que o julgamento de Lula é uma prova viva da politização do judiciário brasileiro e um enorme risco à democracia no país. Para o secretário de relações internacionais, Nivaldo Santana, a mobilização que se vê em todo o Brasil mostra que os trabalhadores estão inconformados com a arbitrariedade da Justiça.

“O presidente Lula não foi submetido a um julgamento com provas concretas que justificasse a condenação. Na verdade, foi um julgamento político para dar continuidade ao golpe no nosso país. Estamos vivendo um estado de exceção onde o direito democrático de Lula ser candidato está sendo solavado por uma justiça elitista e seletiva”, diz Santana.

O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, lembra que é fundamental compreender que o ataque a Lula é, na verdade, uma ofensiva muito forte contra tudo que se conquistou a partir da vitória política do campo democrático popular no Brasil desde 2003. “É contra todo um ciclo de mudanças que impactou a melhora de vida de nosso povo, sobretudo o povo pobre, mais carente, que mais necessitam”, diz.

“O dia de hoje é marcado por uma grande resistencia em todo o país. Milhares de cidadãos e cidadãs se reúnem em protesto contra um julgamento político que tem o objetivo de cercear o direto do presidente de ser candidato nas eleições. Defender a democracia é defender o direito de nosso povo. E nossa solidariedade ao presidente Lula tem grande relevância. É preciso seguir na resistência porque o julgamento contra Lula é contra o povo brasileiro”.

Logo mais, a cobertura completa dos atos em São Paulo e no Brasil.

Portal CTB com informações e fotos de Joanne Mota 

 

 

 

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page