Brasil – Em jogo, a nossa democracia

Desde maio de 2016, o Brasil e o mundo testemunham um brutal ataque contra a nossa democracia, soberania e direitos sociais. O golpe escamoteado de impeachment sem crime de responsabilidade que afastou a presidenta Dilma Rousseff sempre teve pretensões claras de implementar uma agenda regressiva, de caráter conservador e que ataca frontalmente o conjunto da classe trabalhadora brasileira.

De modo que o discurso político de “negação da política” gritado pelo campo conservador enterra sonhos, conquistas e tenta abrir caminho para uma democracia fraca e infectada pelos ideais da intolerância, truculência e violência. Mais uma vez, a classe trabalhadora é convocada a ocupar as ruas e lutar contra esse cenário retrógrado.

O Tribunal instalado em Porto Alegre, que se converte na maior expressão da politização da Justiça, não só julgará a maior liderança política da nossa época, ele colocará em perigo a maior conquista desde o golpe de 1964, a nossa jovem democracia. A defesa do direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato não se resume à defesa de um nome, ela é antes de tudo a defesa de um ideal, de um Brasil jovem e que ainda tem um futuro inteiro pela frente.

Hoje, a luta em defesa da democracia, da soberania e dos direitos sociais é que une milhares de brasileiros em todo território nacional. E a unidade e resistência da classe trabalhadora será fundamental em mais essa etapa da nossa batalha.

Adilson Araújo

Presidente Nacional da CTB

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page